Projeto para casa moderna térrea em estrutura metálica com cerca de 250 m² a ser construída na cidade de Colombo, na região metropolitana de Curitiba, Paraná.

Pensado majoritariamente como um exercício de montagem, este grande pavilhão longilíneo utiliza-se de vários componentes pré-fabricados, a maior parte deles metálicos, para compôr sua construção. Implantado em terreno generoso no topo do morro, o longo prisma retangular repousa confortavelmente sobre a cota original do platô central e abre-se para os dois jardins (frontal e posterior) permitindo a plena entrada de luz natural em seu interior, principalmente durante o período matutino.

A tônica deste projeto é a eficiência, tanto em termos construtivos como no consumo de energia mensal. No aspecto construtivo se destaca a minimização dos desperdícios de material e tempo obtido através da plena utilização de sistemas construtivos à seco, dentre eles se destacando os perfis laminados da estrutura metálica que permitem grandes vão livres na área convívio aliados a uma estética mais leve, sublimando o grande prisma e contrastando lindamente com o peso das compridas empenas curvas de pedra e alvenaria no jardim fontal, cuja a função é agregar privacidade ao pavilhão. A adoção de sistemas metálicos também se faz, além das divisórias internas em drywall, no sistema de vedação externo composto por painéis em chapa de aço corten termo-isolados com lã de rocha.

No tocante a eficiência no consumo energético mensal podemos destacar primeiramente a implantação totalmente “solta” do chão que agrega, além de grande leveza, maior inércia térmica a casa durante a climatização tanto no inverno como no verão. Os dormitórios encontram-se na ponta nordeste do conjunto e se beneficiam do sol da manhã e a área de convívio encontra-se majoritariamente na orientação sudeste-noroeste e se beneficia, durante o inverno, do sol nascente e poente enquanto no verão os grandes beirais alongados protegem toda a extensão envidraçada. Os ambientes da garagem e dos serviços encontram-se posicionados na região sul do terreno, a mais fria de todas, e seus volumes trabalham como corta-vento no grande descampado.

Em resumo, este trabalho mostra-se como interessante oportunidade para a exploração de sistemas construtivos industrializados aliados a uma estética extremamente contemporânea cujo foco é o desenho eficiente através do respeito ao lugar e aos materiais.

ESCOPO CONSTRUTIVO:

  • superestrutura: perfis laminados metálicos tipo W;
  • laje piso: steel deck;
  • cobertura: manta impermeável em pvc termo-isolada;
  • vedações: chapa de aço corten termo-isolada;
  • divisórias: drywall termo-isolado com lã mineral;
  • forração: madeira (cedro) e gesso estruturado;
  • caixilhos: alumínio;