arquitetura, casa premoldada, prefabricada, concreto aparente, fachada, sobrado

CASA LIF#2

Projeto para casa pré moldada de 200m2, na cidade de Sertãozinho, interior de São Paulo.

Este projeto residencial foi idealizado como um objeto de montagem, no qual toda a estrutura se constitui por meio de elementos pré-moldados de concreto de alta resistência e todo o plano da laje piso dos dormitórios no pavimento superior foi concebido utilizando lajes alveolares pré-moldadas protendidas. A aplicação de conceitos de pré-fabricação e montagem agiliza todas as operações básicas do canteiro de obras e reduz drasticamente o tempo e os erros na execução. Toda a montagem do esqueleto desta casa pré moldada poderá ser executado em apenas alguns dias e com máxima precisão.

Devido ao fato de toda a estrutura e fundos de laje ficarem aparentes no projeto final, o uso de pré-moldados se mostra uma ótima alternativa pois garante ótima aparência final das peças e propicia grandes economias na fase acabamento, uma vez que não são necessários serviços de emboço, reboco e pintura na estrutura e tetos. Outro fator economicamente interessante é o fato dos dormitórios não necessitarem de instalação de piso convencional, uma vez que a própria capa de concreto das lajes será polida e utilizada como piso no pavimento superior, exceto nos banheiros. Todos os componentes estruturais desta casa pré moldada foram especialmente desenhados para receber os belíssimos painéis de fechamento em concreto isolados com EPS, garantindo uma fachada com bom desempenho térmico, altíssima durabilidade e baixa manutenção, além do belo estilo "minimalista".

A cobertura da residência foi panejada em estrutura metálica e telha termo-acústica, devido a sua leveza, praticidade e economia. Como esta solução não necessita de laje forro, uma vez que a telha já é isolada, pode-se optar pela forração branca em gesso ou em madeira nos dormitórios e sala, obtendo-se assim interessantes contrastes com o restante da estrutura toda em concreto aparente.

Todos os fechamentos no pavimento superior foram pensados como painéis leves, utilizando gesso acartonado, madeira e lã de rocha (isolante), com o objetivo de se obter uma obra o mais ágil e econômica possível, além de um isolamento termo-acústico muito superior ao da alvenaria convencional. O destaque fica por conta do conjunto de janelas-painéis em madeira da fachada posterior, cuja textura natural contrasta lindamente com a neutralidade dos componentes em concreto aparente.